quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Novo modelo de financiamento da Atenção Primária à Saúde é trabalhado em oficinas

ATENÇÃO BÁSICA

Com a mudança, repasse de recursos aos municípios deverá considerar o número de usuários cadastrados nas equipes de saúde e o desempenho das unidades

por Kalyne Cunha

A Secretária Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Atenção Primária à Saúde de Imperatriz promove durante esta semana, a 1º Oficina sobre o novo modelo de financiamento da Atenção Primária à Saúde, realizada no auditório do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, CEREST. Equipes estão divididas em 5 turmas que participam das atividades da semana, de 14 às 17h.
A oficina é direcionada para enfermeiros das equipes de Estratégia de Saúde da Família que tem foco em  atender às necessidades e prioridades epidemiológicas, demográficas, socioeconômicas, especiais, dentre outras. De acordo com o Ministério da Saúde, o novo modelo de financiamento busca ampliar o acesso da população aos serviços para garantir a universalidade do Sistema Único de Saúde, SUS.
A gerente da Atenção Básica, Sormanne Branco afirma que, “o novo modelo de financiamento, tem a finalidade de ressaltar a responsabilização das equipes de Saúde da Família pelas pessoas e estimular o aumento da cobertura real da Atenção Primária à Saúde.”
Com o novo modelo, repasse de recursos aos municípios levará em consideração o número de usuários cadastrados nas equipes de saúde e o desempenho das unidades, a partir de indicadores como qualidade do pré-natal, controle de diabetes, hipertensão e infecções sexualmente transmissíveis.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário