segunda-feira, 30 de março de 2020

Casa do Idoso mantém assistência e atividades à distância

CUIDADO

Novas formas de trabalho cuidam da saúde emocional e física dos usuários do serviço

por Islene Lima

Manter a mente e o corpo ativos não é apenas uma forma de passar o tempo durante a quarentena, mas também de cuidar da saúde. Diante disso, a Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes, pensando principalmente nos idosos que são o principal grupo de risco da pandemia do novo coronavírus, que a Casa do Idoso Feliz está realizando uma série de atividades por meio de vídeo chamadas e ligações, para tentar amenizar o confinamento desses idosos. 
O projeto inclui aulas de teatro, psicólogos, assistência social, aulas de fitdance, atividades físicas, plantão tira dúvidas sobre o coronavírus, alimentação saudável com nutricionista durante esse período e cuidados com a saúde mental. "Nós temos mais de 2 mil idosos cadastrados aqui na Casa do Idoso, eles tinham uma rotina de vir para cá e realizar suas atividades, porém devido a pandemia do Covid-19, os encontros tiveram que ser interrompidos, e foi pensando no bem estar deles, que toda nossa equipe está mobilizada em contribuir para que não se sintam sozinhos, e continuem fazendo suas atividades em casa com apoio de uma rede de profissionais", explica Alessandra Nobre, coordenadora da Casa do Idoso Feliz. 
A coordenadora esclarece que as atividades são feitas por meio de um grupo do Whatsapp, redes sociais e em caso do idoso não ter os aplicativos, a equipe realiza  ligações  para conversar, saber da rotina e ajudar diante de algum problema. "Infelizmente os idosos são as pessoas mais vulneráveis ao novo coronavírus, e para nós que acompanhamos eles durante todo o ano, é muito importante continuar compartilhando afeto, demonstrando respeito e cuidado a quem um dia cuidou de nós". 
Para a aposentada, Rita Rios, uma das idosas assídua dos serviços da Casa do Idoso, essa iniciativa está sendo muito importante durante esse período. "Eu tenho orgulho de fazer parte da Casa do Idoso, o empenho deles com nós é como de um filho com o seu pai, eles sempre nos surpreendem, e nesse momento complicado não seria diferente. Estamos sendo acompanhados por profissionais que nos ajudam e muito, recebo mensagens de amor, cuidado, participo das vídeos chamadas, me sinto como se estivesse lá com eles, me sinto amada e protegida". 
A coordenadora ainda ressalta que os profissionais estão trabalhando também com relação ao fluxo de informações que os idosos recebem. "Muitas vezes eles não conseguem filtrar a quantidade de comentários, mitos e verdades com relação ao vírus, então nossa equipe está empenhada também no diálogo, tirando dúvidas, além de proporcionar interações por meio do instrutor de música e teatro para que eles ocupem seu tempo com atividades socioeducativas". 
Vale ressaltar que além dos cuidados básicos de higiene, a alimentação do idoso também deve ser intensificada. A enfermeira Verônica Cristina explica que frutas em geral, em especial laranja, limão e acerola, ajudam na imunidade. "O ideal é que o idoso opte por alimentos naturais, a exemplo de alimentos vermelhos e alaranjados que são ricos em vitamina A". 
Não faz parte da Casa do Idoso, mas quer participar das atividades? é só acessar as redes sociais no Facebook e Instagram, "casadoidosofeliz". 

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário