quarta-feira, 18 de março de 2020

José Carlos assina decreto suspendendo o atendimento ao público na Câmara Municipal como medida contra o coronavírus


A decisão segue recomendação de autoridades da saúde e parâmetros de outros poderes públicos, que pedem a suspensão de aglomeração de pessoas
Sidney Rodrigues – ASSIMP

O presidente da Câmara Municipal de Imperatriz, José Carlos Soares (Patriota), por meio de decreto legislativo, determinou nesta terça (17), a suspensão dos acessos aos órgãos administrativos e a galeria do plenário por 15 dias e a interrupção do ponto eletrônico para todos os funcionários pelo mesmo período, como precaução à pandemia do coronavírus (Covid-19) e para reduzir a possibilidade de uma eventual contaminação entre os servidores.
No estado, nem na cidade não existe nenhum caso confirmado até agora da doença, e o legislativo municipal não está suspendendo os trabalhos legislativos, apenas os acessos ao público, tomando os cuidados devidos e seguindo as orientações dadas pelo ministério da saúde.
“Estamos dispensando a vinda dos servidores acima dos 60 anos, suspendemos as visitas às dependências administrativas, o acesso a galeria do plenário e também liberando os funcionários que estão ilhados e com problemas em suas residências devido às fortes chuvas que aconteceram no último final de semana. Mas a Câmara não irá parar. Nós continuaremos trabalhando nas sessões, com um número reduzido de pessoas, justamente para evitar qualquer contaminação que porventura possa acontecer”
A medida tomada segue também a decisão de outros poderes e órgãos públicos como prefeitura, Governo do estado, justiça do trabalho e até empresas privadas.
O presidente enfatiza que a Câmara Municipal tem uma aglomeração muito grande de pessoas, que as vezes chegam a mil e quinhentos munícipes na repartição, o que deve ser evitado de acordo com as autoridades de saúde que recomendam a suspensão de eventos de qualquer natureza com a previsão de presença de grande público.
“Da próxima vez que algo assim vier a acontecer iremos ter aqui dois médicos e uma enfermeira, pois estamos trabalhando nesse sentido de nos precaver, através do concurso público que irá abrir vagas para essas duas profissões e várias outras, para ajuda, trabalho, orientação e consulta aos servidores e pessoas que frequentem a Câmara. O planejamento do concurso está em pleno andamento e será oficializado nos próximos dias com ampla publicidade para sua realização”
O presidente ressalta que toda a parte administrativa terá funcionamento normal, mas reduzida. Que os vereadores estarão fazendo seus trabalhos nos bairros e em seus gabinetes e as sessões estarão ocorrendo ordinariamente, mas sem a presença de público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário