terça-feira, 7 de abril de 2020

Conselho Tutelar reforça canais de denúncia para diminuir violência contra crianças e adolescentes

PROTEÇÃO

Em momento de isolamento social, órgão divulga números de telefones e realiza visitas e notificações em casos emergenciais

por Islene Lima

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes e Conselho Tutelar áreas I e II intensifica canais de denúncias para inibir a violência contra crianças e adolescentes nesse período de distanciamento social. 
A medida foi tomada após o crescimento de casos em outros Estados, já pensando na prevenção e na proteção dessas crianças e adolescentes. "Infelizmente o confinamento pode ser  um momento de aumento dos índices de violência contra eles, e o problema maior é quando a casa, aquele lugar que deveria inspirar tranquilidade e proteção, se torna um espaço para todo tipo de violação e medo", explica o conselheiro tutelar da área I de Imperatriz, Laedson Brito. 
Laedson esclarece que os trabalhos de proteção integral de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade durante o período de quarentena continuam normalmente, seguindo as diretrizes da Organização Mundial de Saúde, OMS. "Nossa equipe continua prestando todo suporte a essas crianças e adolescentes, a única diferença é que as portas do conselho estão fechadas para  atendimento presencial. Entretanto, todos os telefones estão disponíveis, e estamos realizando as visitas e notificações em casos emergenciais como sempre ocorreu. Além disso, temos o atendimento de plantão para qualquer denúncia". 
A regra, assim como outras adotadas pelos órgãos municipais, é para evitar aglomeração de pessoas e diminuir a transmissão do vírus. Por isso a necessidade de evidenciar que medidas relacionadas à pandemia não podem deixar de garantir proteção a crianças e adolescentes. 
"Devido às ações tomadas para conter a propagação do covid-19, provavelmente muitos deles enfrentarão ameaças crescentes à sua segurança e ao seu bem-estar, incluindo maus-tratos, violência de gênero, exploração, exclusão social, acarretando problemas psicológicos e em alguns casos até a perca da própria vida. Por isso vale sempre lembrar que o trabalho do Conselho Tutelar é receber denúncias e aplicar as medidas de proteção, sempre que os direitos reconhecidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA, forem ameaçados e violados". 
Serviço funciona 24h para atender comunidade. Canais de denúncias por telefone e Whatsapp : 
(99) 99204-0155 / Área I - Centro 
(99) 99131- 8336 / Área II - Vila Nova

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário