quarta-feira, 1 de abril de 2020

Vereadores aprovam reajuste dos agentes de trânsito e auxilio saúde aos servidores efetivos da Câmara Municipal


Sidney Rodrigues – ASSIMP

Em sessão fechada e transmitida nas redes sociais - seguindo as orientações do ministério da saúde - na manhã desta quarta (01), foram deliberadas 2 matérias. Uma enviada pelo executivo que trata do reajuste salarial dos agentes da Setran (Secretaria Municipal de Trânsito) e também, projeto que concede auxílio saúde aos servidores concursados da Câmara Municipal de Imperatriz.
O reajuste dos agentes de trânsito precisava ser votado até ontem, pois este era o último prazo para que a prefeitura pudesse fazer o pagamento ainda este mês, já com aumento. A matéria chegou no dia 31 de março, foi apresentada no plenário, lida, relida e discutida. O percentual acordado com os agentes de trânsito foi elaborado há 2 meses, teve parecer favorável das comissões competentes e corrigiu também - através de emenda do vereador Adhemar Freitas Jr (PSC) - os salários de biólogos, fisioterapeutas, dentistas e farmacêuticos do município.
Quanto ao projeto relativo aos funcionários da câmara, o enunciado diz que aos servidores efetivos será concedido um abono no valor de mil reais, relativos a assistência saúde que todos irão receber e ser gastos nessa área. Essa proposta já existia antes do período de quarentena e foi incluída no plano de cargos e salários, também criada pela atual mesa diretora.
De acordo com o presidente José Carlos essa é uma das preocupações dos parlamentares em proteger os servidores, e que diante da luta contra a pandemia do coronavírus se tornou uma prioridade. Houve o estudo de impacto financeiro e as reais condições da Câmara em dar esse abono que havia sido feito o levantamento há 3 meses (bem antes da pandemia) para apenas 29 concursados.
Os vereadores Bebé Taxista (Patriota), Pedro Gomes (PSC), Sgto Adelino e Carlos Hermes (PCdoB), foram contrários ao auxílio dos servidores do parlamento. Entendem não ser oportuno o momento para esse auxílio.  
O presidente da casa de leis avisou também que está em andamento a análise da Câmara adquirir cestas básicas nos moldes da Assembleia Legislativa do Estado. Estas serão dadas à população vítima das enchentes e os que nesse período de quarentena estão sem poder trabalhar, sendo vítimas de uma grande dificuldade financeira que infelizmente atingirá a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário