quinta-feira, 4 de junho de 2020

Ibope realiza pesquisa sobre coronavírus em Imperatriz

COVID - 19

Segunda fase da pesquisa conta com a apoio da Secretaria Municipal de Saúde, Semus. Cerca de 250 famílias serão testadas na cidade

 por Regilson Borges

Cerca de 250 famílias devem ser testadas pela pesquisa “Evolução da Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional”, que inicia a partir desta quinta-feira, 04, e vai até o dia 07 de junho. A pesquisa é financiada pelo Ministério da Saúde, coordenado pela Universidade Federal de Pelotas, UFPel, e realizado Instituto Brasileiro de Estatística e Opinião Pública, Ibope.
Secretaria Municipal de Saúde, Semus, já alinhou com a coordenação da pesquisa em Imperatriz, a operacionalização dos estudos na cidade. O município está entre os cinco do Maranhão que fazem parte da análise.
O intuito da pesquisa é contribuir na elaboração de estratégias de saúde para combater a pandemia da Covid – 19 no país, então a participação de todos é extremamente necessária”, aponta o enfermeiro coordenador da equipe em Imperatriz, Leonardo Marinho.
Os profissionais da saúde são treinados para aplicar os testes, usam equipamentos de proteção e receberam orientações sobre segurança e cuidados com a saúde. A pessoa que irá participar do estudo será sorteada, deve assinar um termo de consentimento, e então é aplicado o teste rápido. Posteriormente, deve responder a um questionário.
O teste é realizado com uma gota de sangue na ponta do dedo, e o resultado sai na hora. O teste rápido também serve para detectar anticorpos, que são as defesas que o organismo produz contra o vírus, de sete a dez dias, caso tenha sido contaminado. O resultado pode ser positivo, quando a pessoa teve contato com o vírus e está imune; negativo, indica que não houve contato com o vírus; e inconclusivo, quando o resultado não tem resposta.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário