sábado, 13 de junho de 2020

Prefeitura de Imperatriz vai dar continuidade aos atendimentos que vinham sendo prestados no Ambulatório de Urgência de Combate à Covid-19

COVID-19

Agora as UBS's Maria Aragão, Cafeteira, Vila Lobão e Milton Lopes, passam a ser referência em atendimento à Covid-19. Médicos, fornecerão medicamentos e realizarão testes rápidos, conforme a prescrição médica.

por João Rodrigues

A Prefeitura de Imperatriz vai dar continuidade aos atendimentos que vinham sendo prestados no Ambulatório de Urgência de Combate à Covid-19 em Imperatriz, que funcionou por cerca quinze dias no Centro de Convenções. A garantia foi dada pela secretária municipal de saúde, Mariana Jales, no sábado, 6, ao participar do encerramento das atividades do ambulatório, em solenidade realizada no auditório do Palácio do Comércio e da Indústria.
Mariana Jales destacou que a partir desta segunda-feira, 8, as Unidades de Saúde Maria Aragão, Cafeteira, Vila Lobão e Milton Lopes, que funcionam em horário estendido até às 20h, também, passam a ser referência em atendimento à Covid-19. UBS terão médicos e fornecerão medicamentos e realizarão testes rápidos, conforme a prescrição médica.
“Quero tranquilizar a população que nós vamos continuar com o serviço nas rede de saúde de Imperatriz”, assegurou. Ela avaliou as atividades do ambulatório como positivas.  
“Quero aqui externar minha gratidão a todos que estiveram participando dessa ação”, complementou acrescentando que a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde foram convidadas e se colocaram à disposição do projeto do ambulatório.
A Prefeitura ficou responsável pelos geradores de energia , a limpeza e desinfecção do ambiente, tomografias, medicação, oxigênio e segurança, por meio da Guarda Municipal. 
Evento
A solenidade de encerramento do projeto “A união traz a cura”, que criou o primeiro Centro Ambulatorial de Imperatriz, foi simples, mas carregada de emoções. O projeto foi concebido pela ação conjunta da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz, ACII, em parceira com o Exército, Governo do Estado e Prefeitura, além dos cursos de medicina e enfermagem da cidade. 
O médico Irisnaldo Félix revelou que foram feitos 2.588 atendimentos e agradeceu a todos os parceiros. Ele lembrou que no início teve um receio ao ligar para os médicos e empresas para pedir ajuda, mas em todos os contatos recebeu apoio. “Todos os participantes estão de parabéns, desde o aluno de medicina, o empresário, o Governo do Estado, a Prefeitura. Como eu iria fazer este projeto sem médico, sem o apoio da Prefeitura com a limpeza, a medicação, todos foram muito importantes”, concluiu.

Imagens:

Nenhum comentário:

Postar um comentário